Desenho de um cavalo dentro de uma baia com um coração na porteira.

Higiene e cuidados para os cavalos de Equoterapia

Desenho de um cavalo dentro de uma baia com um coração na porteira.

Olá, amigos!! Hoje vamos conversar sobre a Higiene e os cuidados que os cavalos necessitam para o seu bem-estar. 

Assim como gostamos da nossa casa limpa e arrumada, sem vizinhos inconvenientes e os nossos pratos e copos limpos a cada refeição, o nosso amigo cavalo também gosta! 

Segue algumas orientações para esse cuidado. Lembrando que apesar da equipe de Equoterapia contar com o cuidador do cavalo e com um médico veterinário, todos os membros da equipe multidisciplinar são responsáveis por seguir as orientações sobre os cuidados com o animal para que ele tenha uma saúde melhor e consiga contribuir com a Equoterapia por mais tempo.

Cama:

O local em que o cavalo fica precisa ser limpo duas vezes ao dia, preferencialmente manhã e tarde. Deve-se retirar o esterco e todas as partes que estiverem úmidas por urina e coloca-las em uma esterqueira longe das baias, para evitar o cheiro ácido, prejudicial para a respiração e o aparecimento de moscas. Os materiais utilizados na cama são a serragem, o pó de serragem, a maravalha, borracha, feno, palha de arroz, e areia. Após a troca de cama, é aplicado antisséptico na baia, ou se o chão for de terra, pode-se utilizar cal para evitar a proliferação de doenças.

Teto:

O teto e as paredes precisam ser limpos com vassouras ou água para retirar poeiras e teias de aranhas.

Cochos e bebedouros:

Os cochos e bebedouros precisam ser lavados com água corrente diariamente, e, os cochos, devem ser limpos com escova a cada refeição, para evitar que algum resto de alimento fermente e provoque transtorno gastrointestinal.

Pelagem:

A limpeza dos pelos do animal é muito importante sempre antes e depois das sessões de Equoterapia. Além de eliminar sujeira, escovar o cavalo acalma e fortalece a relação e confiança entre homem e animal. O material utilizado para o corpo todo, incluindo crina e cauda é a rasqueadeira e a escova. Para áreas sensíveis como olhos e orelhas, é melhor utilizar apenas escova e pano úmido e, apenas o pano úmido, para as narinas e focinho.

Cascos:

O cuidado com os cascos do cavalo é fundamental, já que influencia diretamente na marcha do animal, tão importante para resultados positivos na Equoterapia.

Deve-se remover qualquer material acumulado na sola e na ferradura do cavalo duas vezes ao dia com um limpa-casco de metal e uma escova. Se for utilizado água na limpeza, o casco precisa estar totalmente seco antes do animal ir para a baia.

Banho:

O banho pode ser realizado semanalmente, em horários e dias quentes. Quando o animal for recolhido para a baia, precisa estar seco. Para o banho é utilizado esponja e shampoo para cavalo, que pode ser passado em todo o corpo.

Materiais:

A higiene e escolha correta dos materiais utilizados nas sessões também é fundamental para a saúde do animal, evitando lesões por atrito quando mal colocados ou a transmissão de fungos e bactérias. Embocadura, cabeçada, rédeas, cilha, manta, manta pedagógica, sela, brinquedos, presilhas, elásticos, e demais materiais pedagógicos utilizados nas sessões de Equoterapia precisam estar limpos e em boas condições de uso.

Vacinas

O médico veterinário é o profissional responsável por cuidar das vacinas necessárias para a saúde do animal, da vermifugação, e fazer hemogramas. É muito bom quando o médico veterinário faz parte da equipe multidisciplinar da Equoterapia, porque assim ele poderá atuar com especificidade, além de analisar temperamento, andadura, aprumos, conformidade física e realizar um planejamento de saúde do animal, incluindo o planejamento do descanso, importante para todos os trabalhadores, incluindo, claro, nosso amigo cavalo! Risos.

Boa compra online

Clique aqui para acessar a loja virtual de Cochos e Bebedouros para animais.

Um grande abraço ΩΩ