O que cabe no meu mundo II

Biblioteca do Equoideias: Coleção O que cabe no meu mundo II

O que cabe no meu mundo II

Coleção O que cabe no meu mundo II

Oi, essa coleção é uma continuação da coleção O que cabe no meu mundo , e como a anterior, é muito boa e interessante para espaços que trabalham com a Equoterapia.

Os livros poderão ficar disponíveis em salas de brinquedoteca, espaços de espera para os familiares dos praticantes e, também,  para as sessões de Equoterapia, quando o equoterapeuta achar necessário.

É composta por 10 livros com 16 páginas cada, da editora Cedic e autora Janayna Alves Brejo.

A coleção é direcionada para o público infantil, no entanto, o conteúdo dos livros são importantes para todas as idades, pois trazem histórias repletas de virtudes e valores . Afinal, as histórias  resgatam valores necessários para uma sociedade melhor, justa e amigável.

Os livros trazem histórias divertidas e cativantes e ao final de cada livro tem um texto escrito por um psicólogo.

Gratidão

Quando me sinto grato, fico feliz com o que aconteceu e, por extensão, com aqueles, ou aquilo, que possibilitou que isso acontecesse. Em um mundo de imediatismo, onde se busca o prazer imediato, as pessoas se cansam facilmente das coisas que há pouco tempo lhes davam prazer. Pois isso, é fundamental para ensinar as crianças esta virtude que nos ajuda a prolongar esse sentimento “gostoso” das coisas.

Lealdade

A lealdade é a filha da fidelidade, como a honra é irmã da coragem. É filha da virtude que me diz que eu devo me envergonhar de ir contra um valor que eu prezo (honra). Para ensiná-la, como sempre, e o exemplo é o melhor professor. Muito mais importante do que pregar a lealdade é demonstrá-la. Ao agir com lealdade, demonstramos que é possível e importante ser justo, fiel, honrado e, acima de tudo, corajoso!

Serenidade

A Serenidade é considerada uma virtude de contemplação. No entanto, ela não nos convida a ficarmos parados. Pelo contrário, a serenidade nos convoca a observar o mundo criticamente e propor ações para melhorá-lo.

Dedicação

O romano Cícero dizia que uma pessoa verdadeiramente dedicada podia frequentemente superar uma pessoa inteligente, habilidosa ou talentosa, mas que se dedicasse pouco aos seus projetos. Que belo presente seria ensinar dedicação em um mundo competitivo como o de hoje.

Sensibilidade

A Sensibilidade é uma virtude muito importante para o conhecimento, pois é através dela que sentimos o mundo. A Sensibilidade também nos auxilia a conhecer melhor o outro e a aprender a aceitar as diferenças.

Compreensão

Compreensão é o dom de se encantar e se preocupar com aquilo que, dentre tantas coisas que nos cercam e que nos acontecem, é o mais nobre, universal, universal, importante e necessário. Nesse sentido, a compreensão é, ao lado do conhecimento, um dos passos no caminho da sabedoria.

Otimismo

Uma das principais características do otimista é ver o mundo com empolgação! Ensinar as crianças a fazer isso é muito importante, pois o otimismo nos leva a superar nossas limitações. Porém, não adianta só falar, é preciso ensinar através do exemplo.

Prudência

Há muitos perigos no mundo, e isso precisa ser ensinado às crianças. Nesse sentido a prudência se faz necessária. A prudência e a responsabilidade andam juntas, pois prudente é aquele que se preocupa com as consequências de seus atos.

Perdão
Se errar é humano, perdoar também precisa ser. É somente perdoando o outro que eu, ao cometer alguma falha, serei perdoado. Mostrar isso às crianças é de suma importância para se construir um mundo melhor de se viver.

Fraternidade

A fraternidade – do Latim frater: irmão – é o anti-individualismo; é a anti-irresponsabilidade! É um remédio que poderia aliviar muito o sofrimento que hoje vemos no mundo, já que ao nos tornarmos mais fraternos, caminhamos para longe do ódio e da indiferença e para perto de laços mais próximos entre as pessoas.