A marcha humana e a marcha do cavalo.

PARALELISMO ENTRE A MARCHA DO HOMEM E A DO CAVALO

A marcha humana e a marcha do cavalo. De acordo com Santos (2005), o deambular do cavalo é o mais próximo do caminhar humano, tendo somente 5% de diferença. O movimento rítmico e tridimensional do cavalo, ao caminhar, se desloca para frente, para trás, para os lados, para cima e para baixo, podendo ser comparado com a ação da pelve humana ao andar.

Quando em andadura ao passo, a marcha do cavalo se assemelha a do ser humano tanto em deslocamentos relacionados à distância e graus de inclinação, quanto em termos de fases executadas durante a marcha.

O cavalo quando se desloca, exige do praticante ajustes tônicos para adaptar seu equilíbrio a cada movimento. Cada passo do cavalo produz de 1 (um) a 1,25(um e vinte e cinco) movimentos por segundo. Em 30 minutos de trabalho, podemos dizer que o praticante executa de 1.800 (um mil e oitocentos) a 2.250 (dois mil e duzentos e cinquenta) ajustes tônicos.

O homem e o cavalo ao caminharem realizam movimentos de forma que seus corpos estarão ao mesmo tempo avançando, inclinando lateralmente e por fim verticalmente subindo e descendo, é o chamado movimento tridimensional.

O cavalo realiza um ciclo de movimentos análogo ao do homem, mas a transferência do movimento tridimensional do cavalo só vai ocorrer se em boa parte da terapia o centro de gravidade do praticante coincidir com o do animal. No homem, seu centro de gravidade está ao nível da vértebra L2 e no cavalo está a mais ou menos 20 cm depois do garrote.

Abraços, 

Silvana Gabriel Quintino Rodrigues ♥Ω